28 janeiro 2010

Pelas terras da Lousã


Talasnal


Adoro passear, descobrir Portugal! Pois ele tem lugares tão mas tão bonitos! A máquina foto anda sempre comigo atrás! Contudo, chateia-me pois nunca fica tão digno e tão esplendoroso como ao vivo! Mas sempre é melhor que nada!

Ontem decidi então, ir até à Lousã, visitar as suas aldeias de xisto! Isto porque sou uma louca apaixonada por aldeias isoladas todas em pedras! Parece que renasço! E sinto-me tão mas tão bem! Muito mais livre, bem disposta!

Uma das que fui ver foi Talasnal... Só digo... é LINDO!




As pessoas são tão simpáticas, tão queridas! Eu admito, sou uma pessoa super anti-social! Mas sou para as pessoas que vivem "junto" a mim, pois para as outras pessoas eu sou muito mais sociável! E estas, são muito diferentes! Não há interesses, conflitos! Não existe inveja, pelo contrário... muito mais união, amizade... sentimentos verdadeiros tão dificeis de encontrar na sociedade de hoje! Admiro muito estas pessoas, porque têm tudo o que precisam e a cultura.... bem...nem se fala! Tive o prazer de falar com algumas pessoas e fiquei de boca aberta! Muitíssimo cultas, inteligentes e super amáveis para com todos!




Dá-me vontade de largar tudo isto aqui e de ir... Pois apesar de ser diferente, muito diferente aliás, não deixa de ser muito melhor vivido!
Eu consigo passar bem sem as roupas luxuosas, os vernizes e todas as regalias que tenho e que só as tenho porque vivo num lugar onde todas as pessoas também as têm! Pois se vivesse num sitio destes, onde toda a gente é igual... para quê eu ia precisar de tudo o que tenho aqui? Seria mais livre e isso bastava! Escola, curso... tanta chatice... Pensamos de mais na vida e depois, quando damos por ela... já passou! Devemos ser loucos! Procurar o melhor para cada um de nós! Não custa experimentar... é assim que se aprende e, se por alguma razão cairmos... devemos levantar-nos! Restituir-nos e assumir...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Não sei o que supor do teu silêncio. Escreve!(...)"
João de Deus