18 março 2010

Grutas da Moeda

Aproveitei que o tempo melhorou e fui arejar a cabeça, sair um pouco da rotina e fazer o que mais gosto...passear, conhecer! Decidi ir até S.Mamede, concelho da Batalha, conhecer as Grutas da Moeda e para meu espanto, adorei imenso! Apesar de não terem a dimensão das grutas de Mira de Aire, são igualmente bonitas, naturais e com estruturas calcárias fantásticas!

Ao longo da visita os guias foram explicando a história das grutas, a associação de imagens, como a sala do presépio, a capela, a fonte das lágrimas, entre outras associações.

Descemos até os 45metros e com uma temperatura de 18ºC todo o ano, o que é fantástico... quentinho no inverno e fresquinho no verão!

Lenda das Grutas da Moeda
"Segundo a tradição, em tempos idos, um homem abastado destas redondezas ao passar por um bosque, em torno de um algar, foi assaltado por um bando de malfeitores que lhe tentaram saquear a bolsa de moedas que trazia à cintura. Com a confusão do assalto, o homem caiu para dentro do algar, levando consigo a bolsa de moedas tão cobiçada pelos assaltantes. Pelo precipício se espalharam e perderam irremediavelmente as moedas, dando ao algar o nome pelo qual ainda hoje é conhecido - Algar da Moeda" - Retirado do site: http://www.grutasmoeda.com/portal/index.php


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Não sei o que supor do teu silêncio. Escreve!(...)"
João de Deus