19 abril 2011

Uma Rosa Vermelha . . .

 
"Para todos tens carinhos,
A ninguém mostras rigor!
Que rosa és tu sem espinhos?
Ai, que não te entendo, flor!

Se a borboleta vaidosa,
A desdém te vai beijar,
O mais que lhe fazes, rosa,
É sorrir e é corar (...)"

Almeida Garrett in "Folhas Caídas"





Uma rosa vermelha! 

Não foi colhida no quintal.
E o perfume que ela transborda... ai esse vem da delicadeza dos tecidos, do jarro e do carinho com que foi feita.

Esta rosa não tem espinhos.
É uma rosa simpática.


E apesar de já ir atrasada, leva consigo muitos beijinhos e um desejo de um Feliz Aniversário!


Que para o ano, hajam muitas rosas a florir e muitos desejos concretizados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Não sei o que supor do teu silêncio. Escreve!(...)"
João de Deus